Páginas

Pó da Terra

Que levanta atrás de...
Nosso caminho pontilhado de estrelas...
a vida que passa bem depressa,
e depressa TUDO passa ...
Nossa memória é pequena mas as lembranças são eternas ...
Sinto o passado,absorvo o presente,
espero merecer o futuro...



Presentes de Natal

De acordo com meu amigo Wikipédia ( enciclopédia livre ) o qual eu recorro tanto quanto o querido Google

"Presente é tudo aquilo que se oferece, de forma gratuita, a alguém com a intenção de fazer este mais feliz, em sinal de atenção, confiança, amor ou amizade.
Convencionou-se presentear em datas comemorativas como aniversários, e festividades religiosas como o Natal
.“

Os presentes da Ana Lúcia e Telma, foram pensados em que as duas possuíssem uma peça única, igual e diferente uma da outra ( deu para entender ?)
comprei duas caixas de chá e com pintura branca, a tampa de cada uma recebeu um destaque especial !



da Ana Lúcia com broche da Telma !



da Telma com fuxico e pena


O presente da Luciana, foi pensando no verde (Palmeiras!) e com os papéis especiais que tinha comprado em feira de scrapbook, acho que ficou uma graça !




O presente da Melissa foi elaborado, pois comprei uma caixa de arquivo comum, e queria que ficasse com cara de usada e vintage !



com pintura em várias camadas de branco e pinceladas de bege para parecer antiga


as rendas e crochês brancos foram envelhecidas com banhos de chá preto,
para ficarem com caras de sujas e antigas !




a caixa finalizada com jeito de muito usada e com muita história !



Estes presentes não são de Natal mas de Presentes de Amizade, quando comecei a trabalhar na massa da cerâmica, comecei a pensar nas diferenças de barros e esmaltes e como ficariam o produto final, então comecei um trabalho com duas cores de barro, que seriam pintados em cores diferentes, o barro branco com esmalte verde e o barro vermelho com o esmalte preto.

E no momento em que estava trabalhando me veio a idéia de presentear duas queridas amigas,as quais não nos encontramos com a frequência que gostaríamos, mas que são pessoas muito especiais por isso o tempo não apaga e nem deixa qua nos esqueçamos uma das outras.

Depois de 3 anos das peças prontas consegui entregá-las, a Denise escolheu as peças verdes, e a Jussara ganhou as pretas.

Peças verdes da Denise,





o presente da Jussara ficou sendo o com esmalte preto !




Um presente pode deixar a pessoa que o recebe feliz,
mas o ato de fazer, manuzear e se comprometer com o resultado,
a forma de pensar na pessoa com a intenção de que o objeto
transmita carinho ,amor e amizade, também traz felicidade,
e como mencionado numa postagem anterior:
" eu estou muito feliz, você também ficou feliz ?"

Presente de Natal " Amizade"



A Felicidade Não Se Compra (1946)
título original - It's a Wonderful Life

Para quem não viu este filme: George Bailey passou toda a sua vida dando o melhor às pessoas de sua cidade natal Bedford Falls .... com grandes sonhos de viajar pelo mundo e fazer uma enorme diferença no mundo.
Devido às circunstâncias e seu coração amolecido, fica em sua cidade para assumir o seu negócio bancário de seus pais e se casar com sua namorada de infância. Muitos anos depois, na véspera de Natal, ele se encontra em uma situação desesperada em função dos negócios do Banco.

George percebe que ele será responsabilizado e enviado para a prisão e a sociedade entrará em colapso, pensando em sua esposa, seus filhos, e outros que ele ama acha que será melhor estar morto, ele pensa em suicídio.

Um anjo da guarda em forma humana é enviado para baixo,sua missão não é fácil: mostrar como seria a vida das pessoas da cidade se George Bailey não existisse, como ele fez diferença incrível na vida das pessoas por ficar em sua cidade natal, fazendo o que ele fez em sua vida, ele tem sido o maior presente de todos.





No final do filme todos os clientes e amigos do banco, sabedores das dificuldades de George,
vêm trazer um dolar como contribuição para pagar as dívidas, se alguém duvida em algum momento do valor da amizade e o presente divino que os amigos são, assista ao filme e me diga que não chorou !

Presentes de Natal



A tradição de trocarmos presentes no dia de Natal( nascimento de Jesus) vem de muito e muito tempo, na verdade a história mostra que já no século V haviam festejos com trocas de presentes.
Na verdade a referência é a partir dos presentes que o menino Jesus recebeu dos magos vindos do leste, se pretendia dizer que representavam os reis de todo o mundo, e as três raças humanas existentes, em idades diferentes.

Assim, Melquior entregou-Lhe ouro em reconhecimento da realeza; Gaspar, incenso em reconhecimento da divindade; e Baltasar, mirra em reconhecimento da humanidade.

"Entrando na casa, viram o menino (Jesus), com Maria sua mãe. Prostando-se, o adoraram; e abrindo os seus tesouros, entregaram-lhe suas ofertas: ouro, incenso e mirra." (Mt 2, 11).

Recebi um texto de autor desconhecido que gostaria de compartilhar :

“A parte importante da história do nascimento de Jesus, não é o que os magos tinham nas mãos, e sim o que deram além disto. Aqueles homens sábios,ricos e importantes prestaram uma homenagem a um bebê num estábulo. Eles Lhe deram respeito, que é algo que nenhuma quantia de dinheiro pode comprar.

E também não podemos esquecer dos pastores, homens rudes que vieram para ver o messias prometido. Pensem na surpresa que foi em não encontrar um príncipe em um palácio , mas sim um bebê embrulhado em um pano qualquer, deitado numa manjedoura num estábulo simples. Mesmo assim, confiaram em sua visão e tiveram fé em que aquele seria seu futuro rei.
Por isso também prestaram uma homenagem respeitosa.

Respeito, confiança e fé são presentes preciosos, pois são a base do amor. Estes são os verdadeiros presentes de Natal.

Frase da vida !



Carmen da Silva

"Ah, minha boa educação de berço. Que cruz!"

achei este blog meio por acaso - Absurdos,Esquizofrenias e Genialidades - com frases muito interessantes, mas esta da Carmen da Silva ( com "n") reflete nosso momento atual,não existe mais "educação" seja ela de berço ou não !

Damas da Noite e Orquídeas

Minha mãe na era digital !
Hoje ela veio descarregar as fotos no computador e gravar um CD com as fotos da temporada,demorou um pouco para aprender mas agora ela está dominando a arte de fotografar na máquina Sony Cybershot que dei para ela.

Esta é a Jasmim cacto um planta exótica originária do México, e a minha nunca deu flor !

de tarde já dava sinal de que ia abrir ...


procurando o melhor ângulo !


linda e gloriosa !

As fotos da flor da Dama da Noite deram mais trabalho, pois começaram a abrir voltadas para baixo,no escuro é difícil acertar o foco, a distância e enquadrar pois ela só abre depois das 23h acho que vem daí o nome "popular" deste cacto, mas valeu a pena pois ficaram lindas.

nome científico - Epiphyllum oxypetalum

de tarde os botões já estavam inchados, agora é só esperar pela meia noite...



começando a abrir, e procurando o melhor ângulo !




As orquídeas também deram um espetáculo...










não estão lindas as fotos ?
minha mãe aos 75 anos está arrasando na digital ...
(clique nas fotos e aumente para ver os detalhes !)

O último que sair apaga a luz...



Nunca um evento causou tanto furor, expectativas, e emoções como foi o resgate dos mineiros no Chile, em época de globalização assistimos ao vivo um salvamento que deu certo em todos os sentidos,desde o humanitário ao profissional , mas como frase da semana nada
mais literal do que - o último que sair apaga a luz !

sem deixar de mencionar a frase da americana no Twitter
- LaraMascaraNYC "Wait, why were they mining for CHILI? That's just stupid." -
" Espera, por que eles estavam em mineração de pimentão? Isso é simplesmente estúpido "
estúpido mesmo !


chili pepper

yabadabadoo...................


homenagem do Google

Wilmaaaaaaaaaaaa !

Eu que Adoro Googar... não podia deixar de falar da homenagem de hoje que o Google está prestando hoje,
já fazem 50 anos que nos Estados Unidos foi lançado o desenho animado que fez parte da minha infância Os Flintstones, que aqui no Brasil deve ter sido apresentado nos anos 70's, e claro que minha tia Wilma era chamada do mesmo jeito do desenho,era super divertido...e tinha a Betty também !

Calcula-se que já foi assistido por 300 milhões de espectadores em 80 países,
sendo dublado em 22 idiomas.

O Presente do Pardal

Por esses caminhos da vida, acabei conhecendo este livro muito interessante e esgotado nas livrarias, mas gostei tanto que consegui na editora Landy um exemplar,
o Japão retratado nas estórias, nada tem a ver com o país moderno que hoje é nossa referência, são estórias milenares que foram passadas de gerações e gerações transmitindo de forma simbólica lições de moral e conduta pessoal.


O Dedo do Imperador e outros contos japoneses


Vejam que linda a estória - O Presente do Pardal

Numa manhã de primavera,uma velhinha estava na varanda enquanto um pardal pulava e pulava no gramado do jardim,um moleque com uma pedra quebrou a perna da ave, e por ali interessado na presa sobrevoava um corvo.
“Coitadinho do pardal !” disse a velhinha, “o corvo vai arrebatá-lo!” Ela pegou o pardal, agasalhou-o e deu-lhe de comer e colocou-o numa pequena bacia,protegido da noite.
Pela manhã alimentou-o com uma mistura de arroz e cobre para que ele fosse melhorando. Seus filhos e netos caçoavam dela, “que velhinha tola,agora nina pardais!”
Durante dois meses ela cuidou da ave diariamente até que a pobrezinha voltasse novamente a pular, por fim a perninha do pardal soldou. “agora os corvos não conseguirão te pegar,linda ave”, e levando-o para fora abriu as mãos e deixou-o voar.



Por ter passado tanto tempo cuidando daquela ave, a velhinha sentia muita falta dela.
Cerca de três semanas mais tarde, ela ouviu o pipilar de pardal e teve certeza de que seu pardal voltara,”que amor!” ela disse ,”você não se esqueceu de mim !” e assim o pardal deixou cair do bico uma coisa pequenina e voou, tratava-se de uma semente de abóbora, que ela guardou cuidadosamente.
As pessoas caçoavam da velhinha, mas ela achou por bem plantar aquela semente para ver de que tipo era, e no outono a planta estava grande e carregada de frutos.A velhinha estava muito contente e embora distribuísse abóboras entre os vizinhos, a colheita não tinha fim. A família que antes caçoara dela , agora tinha sempre alimento à mesa.Finalmente ela acabou doando abóboras por toda a aldeia e pendurou na casa sete ou oito para que secassem.
Meses depois,quando as abóboras estavam secas, ela as abriu no topo para fazer gamelas, e viu que estavam cheias, derramou seu conteúdo e para seu espanto caiu arroz, e verteu na panela todo o conteúdo, mas a abóbora ficou cheia de arroz como antes.
Era ao pardal que tinha que agradecer por aquele milagre, estava extasiada ! e as outras abóboras também assim que esvaziasse,mantinham-se sempre cheias.




Os vizinhos não podiam acreditar no que viam e ficaram terrivelmente invejosos. “ o que você fez de diferente que deixou a família rica ?” perguntavam todos. Uma das vizinhas,injuriada,foi procurar a bem sucedida velhinha para descobrir seu segredo.
“Eu tenho a impressão que tem algo a ver com o pardal !” e contou a velhinha sobre o pardal que tinha cuidado com tanto carinho e a semente que ele lhe trouxe depois. A vizinha implorou por uma semente, a velhinha disse que não , mas lhe deu muito arroz.
Despeitada , a vizinha, decidiu ela mesma providenciar um pardal de perna quebrada, e assim no seu quintal passou a atirar pedras neles para lhes quebrar as perninhas, e pensou consigo, se com um pardal posso ficar rica,mais pardais a tornariam mais rica ainda. E assim acabou pegando mais dois pardais para cuidar. Colocou-os numa bacia e cuidou-os por meses, até o momento que curados os libertou. Estava muito feliz e satisfeita consigo mesma. Os pardais ao contrário,estavam tristes e infelizes por lhes quebrarem as perninhas e ficar impedidos de voar.

Dez dias depois,os pardais voltaram e cada um deles deixou cair uma semente de abóbora para a ávida mulher. “Maravilha!” ela exclamou e saiu correndo para plantar as sementes, as plantas cresceram rapidamente e ficaram enormes, “as minhas plantas são maiores e mais belas que as da vizinha!”
As plantas realmente eram grandes,mas seus frutos eram poucos e pequenos, sendo assim achou melhor não dar nenhum aos vizinhos. Naquela noite sentaram-se para comer e cada um da sua família pegou um bom pedaço de abóbora,mas como estava extremamente amargo, a primeira garfada provocou vômitos e náuseas na família.
“Que desastre !”, a vizinha chegou a conclusão que havia sido apressada, de que deveria dar tempo para que as abóboras amadurecessem.Então pendurou as restantes para que secassem.
Meses depois, considerando que estavam prontas, juntou vários cestos para recolher a colheita de arroz tão almejada. Abriu as abóboras no topo e na mesma hora, lá de dentro saíram vespas,largatixas, lagartos e cobras que devoraram todas as partes de seu corpo ou melhor a picaram sem dó, nem piedade e a velha morreu de mordida de cobra.

A inveja é algo que se deve evitar.


Objeto de desejo...

Sabe quando você compra uma coisa e ainda quer mais ?
quando compra uma bolsa e cobiça outra ?
Pois é, aconteceu que além da vermelha agora tenho a azul...
mas eu mereço mais uma bolsa da Telma Guedes




Amor a segunda vista !


Amor a primeira vista !


Coleção Telma Guedes

Amizade não acaba com o tempo



Nesta semana recebi muitas mensagens pelo Dia do Amigo que foi no dia 20 de Julho, dia da chegada do homem à Lua ( veja o link), e hoje almocei com a Márcia, amiga que não via há tempo, nos encontramos e ficamos falando da família,dos problemas da vida e das coisas boas também, enfim...conversa de mulherzinha,
parecia que não havia passado 3 a 4 anos que não nos víamos mas para falar
a verdade
foram 26 ANOS .

Fiquei muito feliz em perceber que ainda existe carinho,respeito,saudade,
me emocionei ao ler um bilhete que escrevi para ela,o bilhete amarelado
foi guardado por todos estes anos,pequeno gesto mas grande sentimento.

Ao longo da vida conhecemos pessoas,algumas ficam e outras vão,
outras voltam a fazer parte do nosso caminho !


























Pode ser que um dia deixemos de nos falar...
Mas, enquanto houver amizade,
Faremos as pazes de novo.

Pode ser que um dia o tempo passe...
Mas, se a amizade permanecer,
Um de outro se há-de lembrar.

Pode ser que um dia nos afastemos...
Mas, se formos amigos de verdade,
A amizade nos reaproximará.

Pode ser que um dia não mais existamos...
Mas, se ainda sobrar amizade,
Nasceremos de novo, um para o outro.

Pode ser que um dia tudo acabe...
Mas, com a amizade construiremos tudo novamente,
Cada vez de forma diferente.
Sendo único e inesquecível cada momento
Que juntos viveremos e nos lembraremos para sempre.

Há duas formas para viver a sua vida:
Uma é acreditar que não existe milagre.
A outra é acreditar que todas as coisas são um milagre.

Albert Einstein O Milagre da Vida