Páginas

Pó da Terra

Que levanta atrás de...
Nosso caminho pontilhado de estrelas...
a vida que passa bem depressa,
e depressa TUDO passa ...
Nossa memória é pequena mas as lembranças são eternas ...
Sinto o passado,absorvo o presente,
espero merecer o futuro...



Lua Cheia




Há algo de misterioso na Lua , todos nós acreditando ou não na influência da Lua na nossa vida,
já falou ou pensou em que fulano é lunático (influenciado pela Lua )
ou reclamou da irmã que é de “lua”, um dia está rindo no outro dia xingando,

Os antigos atribuíam à Lua influência de certos fenômenos que ocorrem em nosso planeta, seja nas marés dos oceanos, na semeadura e corte das plantas e na reprodução dos animais.

Ao passar pelo céu acreditasse que a Lua exerça influência sobre a nossa energia e a nossa vida,
hoje é noite de Lua cheia , e não custa nada olhar para o céu e meditar sobre a maravilha da criação,
ou apenas admirar um objeto luminoso em seu máximo esplendor.


Sinceramente , eu adoro a Lua cheia !



Julio Verne no Google



Para comemorar os 183 anos do nascimento do escritor francês Júlio Verne, morto em 1905, o Google desenvolveu um Doodle inspirado em uma de suas obras prima, Vinte Mil Léguas Submarinas.
colaboradora do Google Doodler Jennifer Hom, tenta captar a sensação de exploração e aventura dos livros do escritos frânces.

Usando CSS3, o Doodle permite ao internauta navegar no Nautilus (o submarino do livro) a quase 20 mil léguas apenas puxando uma alavanca. Para aqueles que utilizam dispositivos com acelerômetros e as últimas versões do Google Chrome ou do Firefox, basta inclinar o aparelho na direção que o internauta deseja explorar o mar que o Nautilus irá segui-lo.



Para quem nunca leu o livro vale a pena baixar de forma gratuíta no link -
Vinte Mil Léguas Submarinas
Júlio Verne

Capítulo 1

O ano de 1866 foi assinalado por um acontecimento estranho. Havia já algum tempo que vários navios vinham encontrando nos mares "uma coisa enorme", um objeto comprido, em forma de fuso, às vezes rodeado por uma espécie de fosforescência, muito mais corpulento e rápido do que uma baleia. Os relatos sobre esses encontros, registrados nos diários de bordo, coincidiam perfeitamente nos pormenores da estrutura do objeto ou do ser em questão. Relatavam a espantosa mobilidade de sua movimentação, a sua surpreendente força de deslocação e falavam da vida especial de que ele parecia dotado.


Submarino Nautilus

Ceviche no verão ...

Assistindo ao programa do Claude Troisgros adorei a idéia de fazer um Ceviche ,famoso prato peruano e servi com salada de folhas verdes,
uma delícia e fácil de fazer, pois no verão não dá para cozinhar !


CEVICHE - Para 4 pessoas

Ingredientes


400g filé de pargo
Suco de limão siciliano
1 pimenta dedo de moça picada
100ml de azeite extravirgem
1 cebola roxa fatiada
1 punhado de coentro e salsinha
2 tomates sem pele
1 palmito pupunha
Sal e pimenta

Modo de preparo
Retire a pele e a espinha do filé de pargo e corte o peixe em cubinhos. Tempere com sal e pimenta do reino. Corte um limão e despeje um pouco do suco nos pedaços de filé. Ponha um pouco de azeite, mexa e deixe na geladeira por 15 minutos.

Corte uma cebola roxa em fatias finas e um tomate em cubos. Pique uma pimenta dedo de moça. Retire o peixe da geladeira e misture com a cebola, o tomate e a pimenta. Corte um punhado de salsa e jogue no recipiente do peixe junto com uma porção de coentro em grão.
Guarde o peixe na geladeira enquanto prepara o palmito. Corte a parte mais grossa do palmito e fatie-a.Faça uma cama com as fatias de palmito e coloque o peixe em cima.


Restaurante Sea House

Procurando na net uma foto para ilustrar o post achei esta foto com a receita de Ceviche de tilápia. O sushiman Daniel Higon, do Restaurante Sea House, ensina passo a passo o preparo dessa iguaria com sabor marcante e levemente picante.
Este restaurante em São Paulo é de uma querida amiga Carolina Kawauchi que escreve o blog Sushi.C Fashion, onde ela
mostra a mistura de sushi com moda !

então aprendi a fazer um ceviche japonês:



500 g de filé de tilápia
• ¼ xícara (chá) de sementes de gergelim (branca e preta)
• ½ xícara (chá) de suco de limão
• 1 colher (chá) de mel
• 1 colher (chá) de gengibre ralado
• ½ cebola roxa fatiada em meia-lua
• ½ pimenta dedo de moça
• 3 colheres de shoyu
• sal a gosto

1- Corte a tilápia em cubos.
2- Sobre a tilápia, pingue as gotas do suco de limão.
3- Adicione o gengibre.
4- Corte a cebola ao meio e, em seguida, em fatias finas.
5- Corte a pimenta ao meio, retire as sementes e corte-a em fatias finas.
6- Adicione o shoyu, a cebolinha, o mel e o gergelim.
7- Coloque sal a gosto e misture. Deixe marinar por 15 minutos e está pronto para servir!


Rendimento: 2 porções
Nível de dificuldade: Fácil
Tempo de preparo: 20 minutos
Dica do chef: Deixe a cebola na água por 10 minutos antes de cortá-la, para que o sabor não fique muito acentuado.

Embora presente em toda a América do Sul andina, somente os peruanos transformaram o Ceviche em orgulho nacional, sendo parte do Patrimônio Cultural do País e tendo uma data comemorativa - 28 de julho, véspera do dia de São Pedro ( o pescador).
Há, somente em Lima, mais de 2000 restaurantes especializados, as "cevicherías".

Então que continue o calor, porque nós vamos de Ceviche !